Voltar > Como a terceirização de processos ajuda na redução de custos da empresa?

Uma gestão dinâmica e enxuta, capaz de alavancar os principais indicadores de produtividade, é sempre uma prioridade dentro do universo corporativo. Afinal, é preciso encontrar soluções que contribuam para a otimização de processos e para a redução de custos na empresa.

Nesse sentido, a terceirização de processos já é encarada como uma alternativa ao modelo centralizador de administração ― oferecendo mais flexibilidade, qualidade e especialização para as atividades previstas em contrato.

Com a terceirização, é possível direcionar esforços, conhecimento e investimentos para as tarefas realmente estratégicas. Assim, gestores e equipes podem manter o foco no core business, garantindo mais competitividade para o negócio.

Confira agora como a terceirização pode ser útil em curto, médio e longo prazos:

Terceirização como ferramenta de redução de custos

A terceirização é uma importante ferramenta para a redução de custos na empresa. Mas, para tanto, precisa estar atrelada ao cumprimento de metas ― que servem para estabelecer parâmetros mínimos de performance.

Além disso, ao delegar determinados processos a fornecedores especializados, fica mais fácil lidar com as flutuações de demanda e eliminar desperdícios com a ociosidade de equipamentos.

Outro ponto a ser citado está diretamente vinculado ao passivo trabalhista. Com a terceirização, há uma sensível diminuição dos gastos gerados pelo turnover e pelas rescisões. As despesas extras, necessárias para suprir a ausência dos colaboradores em casos de licenças ou férias, também podem ser abolidas.

Com a terceirização, é possível conhecer antecipadamente os valores a serem pagos mensalmente ― estabelecidos por meio de contratos. Essa previsibilidade garante mais solidez para o planejamento financeiro.

É preciso lembrar, ainda, que a prestadora é uma empresa especializada e, por isso, possui know-how e expertise para realizar as tarefas com mais eficiência. E os ganhos de escala devem ser considerados, principalmente devido aos aportes em tecnologia, treinamento e inovação.

Na verdade, o custo reduzido é resultado do aperfeiçoamento dos processos produtivos e gerenciais ― o que implica no uso mais inteligente das instalações, dos insumos e, claro, do talento dos profissionais envolvidos.

Indiretamente, surgem novas oportunidades de economia, em especial, na estrutura de RH e Departamento Pessoal ― já que as rotinas voltadas às contratações, desligamentos e segurança do trabalho, ficam por conta do fornecedor.

Entretanto, existem outros impactos positivos provocados pela terceirização. Dentre os mais relevantes, estão:

Aproveitamento da mão de obra

A terceirização também colabora para o correto aproveitamento da mão de obra interna, pois, com a migração de certas atividades, é possível eliminar a sobrecarga de trabalho de algumas equipes e garantir uma divisão mais equilibrada das demandas. Assim, as horas extras podem ser evitadas, o que ajuda na contenção de despesas.

Paralelamente, o capital intelectual pode ser destinado às tarefas realmente importantes ― como vendas e pós-vendas, desenvolvimento de novos produtos ou relacionamento com os clientes.

Redução de custos com gestão de pessoas

A responsabilidade de atrair e reter profissionais especializados passa a ser do prestador ― o que também gera uma redução de custos na empresa, principalmente em relação as práticas voltadas à gestão de pessoas.

Mas com a terceirização, os serviços continuam sendo realizados por times altamente capacitados, o que influencia os índices de produtividade.

Racionalização dos investimentos

O fornecedor acaba sendo obrigado a investir constantemente na aquisição de tecnologias e em qualificação ― para assegurar uma prestação de serviços de qualidade. Com isso, a empresa contratante pode reduzir as suas despesas com infraestrutura e treinamentos.

Desse modo, a terceirização contribui para racionalização dos recursos financeiros, permitindo que as verbas sejam totalmente direcionadas aos projetos essenciais para a expansão no negócio.

Setores que mais geram resultados com a terceirização

O Projeto de Lei (PL 4.302/98) foi sancionado em março desse ano e traz como principal mudança a autorização para a terceirização da chamada atividade-fim. Desse modo, não existem mais restrições em relação as tarefas transmitidas aos fornecedores.

No entanto, os serviços mais procurados ainda são aqueles que atendem aos processos secundários, como limpeza, segurança e manutenção predial. Mas muitos gestores estão apostando na terceirização de rotinas mais complexas, envolvendo setores críticos, como logística, marketing e processos financeiros.

Essa tendência vem ganhando espaço, pois os melhores resultados podem ser encontrados exatamente na terceirização desses sistemas complexos, que exigem mais perícia e especialização.

A opção pela contratação de serviços de TI, por exemplo, já é uma realidade para empresas de todos os portes e segmentos de atuação. O mesmo acontece com o gerenciamento de contas a pagar e a receber, da folha de pagamento e de viagens corporativas.

Os processos de RH também estão sendo terceirizados com sucesso. Destaque especial para recrutamento e seleção, gestão de benefícios corporativos e pesquisas de clima organizacional.

Quando realizar a terceirização de processos

A decisão pela terceirização deve estar baseada em uma análise de riscos e oportunidades e na avaliação dos principais KPIs (Key Performance Indicators). A estagnação ou a inconstância desses indicadores pode ser um sinal de que existem problemas mais sérios.

Em linhas gerais, a terceirização é uma boa opção quando a tarefa exige uma qualificação diferenciada ou quando não faz parte do escopo de atividades das equipes internas.

A terceirização também é bem-vinda no caso de atividades manuais ou que não agregam valor imediato. Nessa categoria estão os serviços de controle de documentos, de recepção, de entregas e até mesmo, as operações de call center.

Então, é preciso avaliar dois pontos principais: eficiência e gastos. A terceirização se torna uma alternativa realmente válida toda vez que consegue impulsionar a produtividade e garantir a redução de custos na empresa.

As rotinas secundárias podem ser terceirizadas com mais facilidade, por isso, devem ser as primeiras a serem delegadas. Porém, é necessário que haja uma programação previamente estudada, de modo que a transferência de responsabilidades aconteça de forma gradual, com supervisão e monitoramento permanentes.

Vale frisar que a terceirização não deve ser vista apenas como a contratação de serviços e sim como uma parceria estratégica. O ideal é escolher um fornecedor verdadeiramente qualificado, capaz de contribuir ativamente para a gestão do negócio.

Assim, é possível perceber que a terceirização pode ser uma aliada importante dos gestores que buscam mais flexibilidade, segurança e, claro, a redução de custos na empresa.

Quer saber como reduzir custos com a terceirização? Baixe agora mesmo o e-book: Gestão de viagens corporativas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.